O Site Comercial da nossa cidade!

Diversos

O que se faz na base brasileira da Antártica?

 

Depois de oito anos sendo reconstruída, a base científica brasileira localizada na Antártica foi reinaugurada hoje (15). A Estação Comandante Ferraz sofreu um incêndio em 2012, que matou dois militares e deixou 70% do local destruído. A reconstrução deveria ser feita em dois anos, mas só foi finalizada agora.

 

A base fica na Ilha do Rei George, uma pontinha da Antártica próxima ao sul do Chile. A inauguração estava prevista para ontem (14), mas as condições meteorológicas impediram o pouso do vice-presidente Hamilton Mourão, do ministro Marcos Pontes e de outros convidados que estavam previstos para a abertura.

 

A reinauguração da base representa um passo importante para a ciência brasileira. Ela é uma das maiores estações de pesquisa da Antártica. A Estação conta com 17 laboratórios para o estudo de várias áreas, como medicina, química, microbiologia, oceanografia e meteorologia. Mas afinal, por que é importante fazer pesquisa em um local tão remoto e diferente do Brasil?

 

A Antártica é interessante por suas condições climáticas bem particulares e extremas. Ela é o melhor lugar para se estudar o impacto das mudanças climáticas para o planeta. Por ter pouca interferência humana, é possível detectar o aumento da temperatura global, derretimento de geleiras e aumento do nível dos oceanos com mais precisão. Ela é considerada um “termômetro” do aquecimento global.

 

Depois de oito anos sendo reconstruída, a base científica brasileira localizada na Antártica foi reinaugurada hoje (15). A Estação Comandante Ferraz sofreu um incêndio em 2012, que matou dois militares e deixou 70% do local destruído. A reconstrução deveria ser feita em dois anos, mas só foi finalizada agora.

 

A base fica na Ilha do Rei George, uma pontinha da Antártica próxima ao sul do Chile. A inauguração estava prevista para ontem (14), mas as condições meteorológicas impediram o pouso do vice-presidente Hamilton Mourão, do ministro Marcos Pontes e de outros convidados que estavam previstos para a abertura.

 

A reinauguração da base representa um passo importante para a ciência brasileira. Ela é uma das maiores estações de pesquisa da Antártica. A Estação conta com 17 laboratórios para o estudo de várias áreas, como medicina, química, microbiologia, oceanografia e meteorologia. Mas afinal, por que é importante fazer pesquisa em um local tão remoto e diferente do Brasil?

 

A Antártica é interessante por suas condições climáticas bem particulares e extremas. Ela é o melhor lugar para se estudar o impacto das mudanças climáticas para o planeta. Por ter pouca interferência humana, é possível detectar o aumento da temperatura global, derretimento de geleiras e aumento do nível dos oceanos com mais precisão. Ela é considerada um “termômetro” do aquecimento global.

 

 

fonte: SuperInteressante


Comente









Notícias Gerais